Guzerá no Brasil
Guzerá foi a primeira raça zebuína a chegar no Brasil
Guzerá no Brasil

Como já dito, o Guzerá foi a primeira raça zebuína a chegar no Brasil. Esse acontecimento foi na década de 1870, tendo a raça como uma solução para arrastar carroças e vagões de café no Rio de Janeiro, além de produzir leite e carne.

Com a abolição da escravidão, a raça começou a ficar cada vez mais popular por suas vantagens na produção de carne e de leite. Reinando dentre as raças brasileiras por longo período no século XX, o Guzerá passou por alguns períodos de queda.

Dentre os anos de 1978 e 1983, porém, com a grande seca do nordeste, o Guzerá ganhou das muita força no Brasil. Por sua rusticidade, o Guzerá conseguia ser mais resistente à seca e 70% do exposição de gado nordestina eram da raça Guzerá (Santos, 1998).

Em 2017, eram aproximadamente 450 mil animais da raça registrados na ABCZ, o que corresponde à 4% do número total de zebuínos no Brasil.

Fonte: Tecnologia no Campo

  • Data
    Senepol: Uma raça precoce

    Garrotes iniciam vida reprodutiva mais cedo

    Pela elevada taxa de crescimento, os garrotes atingem pesos corporais mais rapidamente, o que consequentemente os faz ap [...]

    50
  • Data
    Preço do farelo de soja sobe 3% e eleva custo da pecuária

    O dólar em alta e a demanda firme deram sustentação aos preços da soja grão neste início de ano no Centro-Sul do país, que está iniciando a colheita do ciclo 2019/2020. A cotação do farelo de soja acompanhou esse movimento e subiu 3,3% em [...]

    54